O Estatuto Social da CSU prevê que o Conselho de Administração da Companhia pode ser composto por cinco a nove membros. Os membros do Conselho de Administração são eleitos pela Assembleia Geral de Acionistas, com mandato unificado e com duração de um ano, permitida a reeleição.

No mais, em conformidade com a Lei das Sociedades por Ações, membros do Conselho de Administração estão proibidos de votar em qualquer Assembleia de acionistas, ou ainda de atuar em qualquer operação ou negócios nos quais este tenha um conflito de interesses com a Companhia.

Compete ao CA, como órgão colegiado, estabelecer as políticas e diretrizes gerais dos negócios, incluindo a estratégia de longo prazo, eleger os membros da Diretoria Estatutária (DE) e fiscalizar seu funcionamento, além das atividades definidas em lei e no Estatuto Social da companhia.

Compete à DE administrar os negócios em geral e praticar os atos necessários ou convenientes, bem como executar as deliberações tomadas pelo CA. Os membros da diretoria têm responsabilidades individuais condizentes com os cargos que ocupam. Apenas um membro da DE pertence ao CA.

O relacionamento entre CA e DE segue as boas práticas de governança corporativa adotadas pela companhia e aquilo que está expresso em seu Estatuto Social e no Regulamento do Novo Mercado da Bovespa. Essas práticas buscam minimizar possibilidades de conflitos de interesse e têm como objetivos a transparência, o tratamento equânime a todos os acionistas e a prestação de contas.

Conselho de Administração
Diretoria Estatutária
Conselho Fiscal